Assunções e o Autismo

Nós NÃO SABEMOS o que é que as nossas crianças estão a PENSAR ou  a SENTIR até que elas nos digam!
Nós apenas sabemos o que elas FAZEM.Podemos tirar conclusões a partir das suas ações para as ajudar da melhor forma mas NUNCA podemos saber
realmente o que elas SENTEM ou PENSAM a não ser que nos digam.Quando assumimos que o nosso filho está “Frustrado”, “Ansioso”, “Nervoso”, “Aborrecido”, etc., FECHAMOS portas.
Quando olhamos para as suas ações e não decidimos por nós próprios com se sentem,ABRIMOS portas
de OPORTUNIDADE!Em vez de assumir com se sente o seu filho, olhe para o que ele está a fazer.

Talvez lhe pareça “aborrecido”, pode estar a fazer um ismo, talvez quando lhe
parece “frustrado” esteja simplesmente a tentar comunicar algo.

Quando nós apenas levamos em consideração as suas ações e não fazemos assunções do que eles possam
estar a sentir, estamos a ir DE ENCONTRO às nossas crianças e não PARA LONGE delas.
Sentimo-nos mais DESCONTRAÍDOS em vez de mais NERVOSOS, sentimo-nos mais CONFIANTES
em vez de MAIOR INCERTEZA e em vez de nos sentirmos CONFUSOS, é CLARO para nós como podemos ajudá-los.

Com muito amor xxx

Becky
Damgaard

Quadro Senior do ATCA (Professora do Son-Rise Program®)