28 results for month: 11/2013


Festeje com Ações

Permitam-me partilhar convosco as formas pelas quais podemos FESTEJAR usando AÇÕES no PLAYROOM do The Son-Rise Program®!!!!DIVIRTAM-SE EXPERIMENTANDO ISTO! Salte à volta do playroomDê vivas (aplauda) silenciosamente usando todo o seu corpo para expressar o seu amor e entusiasmoGire à volta do playroomCorra à volta do playroomCante uma canção sobre a criança com quem estáDance e contorça o seu corpoAbra muito os olhos com entusiasmo e animaçãoFaça um desenho para o seu filhoFaça um carrinho de mão que atravessa o quartoOfereça um beijo ao seu filhoOfereça um abraço ao seu filho ...

Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program®

Trazer Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program®  Uma maneira fantástica de ajudar o seu filho a aprender e a crescer é criando e apresentando temas e jogos para brincar com o seu filho no Playroom do The Son-Rise Program®. Porque é que os temas e os jogos são tão importantes? 1)Trazem entusiasmo e variedade à vida do seu filho e brincadeira para o playroom, mantendo a novidade e o interesse.2)Ajudam a motivá-lo a si a ser mais dinâmico e a ser mais forte no seu papel de amigo ou facilitador para o seu filho.3)Inspiram o seu filho a interessar-se pelas ideias dos outros e ajudam-no a ser mais flexível ...

Uma Nota Sobre Gritar/Choramingar

Tem um filho que às vezes grita, choraminga ou berra ao dizer-lhe o que quer? Eu trabalhei com muitas crianças e adultos usando o The Son-Rise Program®, onde por vezes esta era a forma que tinham de comunicar.O que fazer quando isto acontece é simplesmente explicar-lhe ou pedir-lhe que use a sua voz normal. Saiba que ele está a fazer o melhor que pode para comunicar algo naquele momento; que aprendeu que usar esse tom de voz resulta para conseguir o que quer e então de uma forma doce e amorosa, ajude-o a perceber que gritar/chorar não o está a ajudar em nada e que, em vez disso, pode usar a sua voz normal sem gritar/berrar/choram...

Gostar Profundamente – Dor e Zanga!!

"À medida que fui crescendo fui vendo a minha mãe a zangar-se para conseguir aquilo que queria, vejo a minha irmã a zangar-se para conseguir aquilo que quer e tenho consciência de mim própria a zangar-me para conseguir o que quero”  Isto foi o que uma Mãe Son-Rise Program® partilhou comigo recentemente, numa conversa que estávamos a ter sobre como ela se sentia com a vida dela, o seu filho autista e a relação de casal que tem.À medida que ela explorava as razões por detrás da sua zanga, apercebeu-se de que era uma forma de parar a dor que sentia. Ela sentia dor pela possibilidade do filho não vir a mudar, de ...

Estar Presente!

Estar Presente – por último mas não menos importante!Aqui ficam mais algumas ferramentas que pode usar para praticar a arte de se manter presente no seu playroom do Son-Rise Program®.1) Ame, não julgue! Se se sentir a deslizar para fora do momento presente enquanto trabalha com o seu filho, o primeiro passo de volta à presença é ser bom (compassivo)consigo mesmo. Tenha consciência de que “saiu”, permita-se dizer “não faz mal” que eu tenha saído e suavemente traga o seu foco de volta. Fazer Son-Rise é amarmo-nos a nós mesmos incondicionalmente bem com às nossas crianças.2) Seja agradecido! Se eu puder ...

Imagine Isto! Apresentar Brincadeiras Simbólicas no Quarto de Brincar

Dizem que as crianças no Espectro do Autismo não têm imaginação. Talvez esta corrente de pensamento esteja ligada ao facto de   algumas das nossas crianças usarem de forma repetitiva e em isolamento. Por exemplo, em vez de usarem uma colher de plástico para fingirem que comem com ela, podem sacudir a colher para a frente e para trás à frente dos olhos ou talvez alinhem colheres umas atrás das outras. Pode estar relacionado com a dificuldade que têm em relacionar-se e em criar ligação com outros e, por isso, não estão tão interessados em aprender e em imitar o que as pessoas à sua volta fazem. Num mundo que é sobre estimulan...

Construir interação- luzes verdes

As nossas crianças no espectro do autismo dão-nos sinais de estarem prontas a interagir connosco – aqui chamamos-lhes  "Luzes Verdes " Elas acontecem quando a nossa criança olha para os seus olhos, ou fala consigo ou toca-lhe de algum modo, por exemplo encostando-se ao seu ombro ou sentando-se ao seu colo. Estes sinais mostram-nos que agora elas estão interessadas em nós e não nas suas brincadeiras isoladas.O que é que faz uma vez que veja estas luzes verdes? Antes de tudo dê os parabéns à criança (celebre/festeje) pela interação que ele já está a conseguir ter consigo. Dê-lhe a saber com sinceridade como adora ...

Uma crença a partilhar!!!

Olá a todos! Hoje sinto-me inspirada para partilhar convosco algo que estou sempre a repescar… a crença de que tudo o que tenho para oferecer é mais do que suficiente…é absolutamente perfeito!Quando os dias vão passando… acordamos de manhã… vamos trabalhar… passeamos o cão… trabalhamos… cozinhamos… limpamos… passamos tempo com os nossos filhos… passamos tempo com aqueles que nos são mais queridos… comemos… passamos tempo no playroom do The Son-Rise Program®... etc...TEMOS a fantástica OPORTUNIDADE de adotar uma crença de que quem nós somos e onde nós estamos é absolutamente perfeito para esse ...

Escolhendo a Alternativa!

O que é que você faz quando não consegue o que quer?Bate com o pé no chão e culpa os outros e o mundo por não o fazer feliz? Vê só o que não tem ignorando outras possibilidades? A minha afilhada, empolgada pelas comemorações pascais que eu ia fazer em minhacasa anunciou-me que o que ela REALMENTE queria (e o “realmente” sendo enfatizado para me mostrar a sua paixão e aimportância do seu gosto) era um cesto da Páscoa roxo. Eu disse-lhe que já tinha comprado o cesto dela, ao que ela respondeu: "Oh Katie não faz mal se não for roxo – eu gosto de todas as cores!" e lá foi ela feliz como um cordeirinho.Quando nós ...

10 Maneiras de Variar a Forma de Apertar

Muitas crianças gostam muito de ser apertadas nas mãos, nas pernas, na cabeça, etc., e grandes apertões de corpo inteiro. Aqui ficam 10 ideias a experimentar se o seu filho gosta de sentir pressão. 1) Traga 2 almofadas para o playroom e segure-as nos braços. Divirta-se a apertar o seu filho no meio das almofadas quando ele estiver motivado para isso.2) Use fantoches para apertar as mãos e os pés dele. Use diferentes vozes para cada fantoche enquanto serve de modelo de como dizer a palavra “apertar”.3) Encha um chapéu de adjetivos escritos em várias tiras de papel (e.g.depressa, devagar, mais fundo, a tremer, etc.). ...