Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program®

Trazer Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program® 

Uma maneira fantástica de ajudar o seu filho a aprender e a crescer é criando e apresentando temas e jogos para brincar com o seu filho no Playroom do The Son-Rise Program®.

Porque é que os temas e os jogos são tão importantes?

1)Trazem entusiasmo e variedade à vida do seu filho e brincadeira para o playroom, mantendo a novidade e o interesse.

2)Ajudam a motivá-lo a si a ser mais dinâmico e a ser mais forte no seu papel de amigo ou facilitador para o seu filho.

3)Inspiram o seu filho a interessar-se pelas ideias dos outros e ajudam-no a ser mais flexível e, portanto, mais social.

4)Ajudam-no a si a manter-se focado durante as sessões de playroom.

5)Encorajam o seu a filho a participar mais porque você lhe demonstra como brincar com outra pessoa.

A atitude a ter sobre o tema/atividade:

1)Acreditar que o seu filho brincará com o seu jogo é o primeiro passo para que o seu filho se mostre interessado e participe no seu jogo.

2)Seja persistente!  Se o seu filho não se mostrar logo interessado, não desista! Traga o seu tema ou o seu jogo no dia seguinte, e no dia seguinte e no outro.  Às vezes as nossas crianças precisam de se habituar à ideia nova antes de a experimentarem pela primeira vez. Tê-la no playroom pode ser suficiente para que eles se habituem a ela e com isso lançar a semente.

3)Divirta-se!  Divirta-se e adore o seu jogo, mesmo quando o seu filho não parece fazê-lo. Você estabelece a fasquia ao seu filho, se não estiver entusiasmado e apaixonado pelo seu tema não conte que ele esteja.

Como apresentar o seu tema/atividade:

1)Seja um exemplo de como jogar o jogo. Em vez de pedir ao seu filho que participe imediatamente quando ele ainda não está familiarizado com o jogo, espere por uma luz verde da parte dele (um olhar, aproximação ao tema para ver do que se trata, etc.). Depois demonstre umas quantas vezes como é que o jogo é que se joga até que ele perceba a essência do jogo.

2)Experimente!  Crianças diferentes respondem de formas diferentes ao que lhes é apresentado! O seu filho  pode responder melhor a orientações claras… nesse caso, tente convidá-lo a atirar o dado, a fingir que mexe a sopa, a subir para as suas costas, etc. Outras crianças podem responder melhor a descobrir as coisas por si mesmas… nesse caso será mais eficaz uma abordagem mais indireta ao deixar sem alarido o tema no chão.

3)Seja flexível! Você pode ter um plano inicial em mente de como é suposto jogar
o jogo. As nossas crianças estão cá para nos ensinar a largar as nossas expectativas e a vivermos o momento. Uma forma de as inspirar a serem mais flexíveis é desistirmos nós do controlo (que só nos limita, de qualquer maneira).
Se o seu plano é brincar à vez com o seu filho e ele quiser ter sempre a vez, permita-lhe ter esse controlo. Se ele decidir que quer pegar no seu pássaro em Origami para fazer dele um ismo, deixe que o
faça… seja consistentemente amigável e previsível.

 

Divirta-se brincando!

Becky

Son Rise Teacher