26 results for month: 01/2016


Use as motivações da sua criança

 É pedido a uma menina que conte até cinco, contando círculos pretos numa folha de papel. Mas ela adora dinossauros. Então, será que ela não iria aprender mais rapidamente a contar se fizéssemos um jogo para contar dinossauros?   - Retirado do livro “Autism breakthrough”, de Raun K. Kaufman

Dar controlo

Tentar que a criança “largue” o seu comportamento controlador não funciona. Quando a autoridade da criança é desafiada, ela fará o que for preciso para a recuperar.- Retirado do livro “Autism breakthrough”, do Raun K. Kaufman

Vamos festejar!

Ao fazer um inventário do ano que agora terminou, podemos ter tendência para ver só o que falhou, ou algum desafio que não tenha sido superado… Vamos fazer uma pausa nisto! Esta semana, vamos centrar-nos nos momentos especiais que passamos com alguém de quem gostamos, nos pequenos gestos de carinho. Vamos ser bondosos connosco e com os que amamos… Talvez possamos festejar a nossa capacidade de preferir amar a qualquer momento!   Autism Treatment Center of America, http://www.autismtreatmentcenter.org/

Ano novo, novos horizontes para a sua criança

O sol nasceu de novo em 2018. É a sua oportunidade de virar a página, de se livrar da bagagem do ano anterior, de recomeçar. O que a sua criança com ‪#‎autismo fez ou não fez em 2017 agora não significa absolutamente nada para 2018. Qualquer tropeção que possa ter acontecido no ano passado não será uma situação permanente. Foram apenas “coisas que aconteceram em 2017.” É um ‪#‎NovoAno. É o despertar de um novo dia. É o nascer de um novo sol. Para a frente. Para cima. Estamos em 2018! Tudo é possível!

Vamos nos juntar…

Quando a sua criança com autismo está a olhar fixamente, ou com pouca expressão facial, facilmente se deduz que estará aborrecida ou cansada. Mas e se estiver a concentrar-se no som mais pequeno? Num pensamento mais complexo? Em algo que está a ver ou a sentir? Ou se estiver a processar e a digerir tudo o que aconteceu naquele dia? Quando partimos do pressuposto que sabemos o que se está a passar com elas, não despendemos tempo para entender o mundo delas. JUNTAR-SE, com esta atividade, ATÉ QUE elas olhem, falem ou se dirijam a nós é a melhor forma para entender. É um dos pilares The Son-Rise Program®.Autism Treatment Center of ...

Mensagem essencial para a sua criança…

"Estou aqui para ti.” É esta a mensagem que queremos transmitir continuamente às nossas crianças com perturbações do espectro do #autismo. Queremos transmitir que as nossas crianças são amadas, aceites, acarinhadas, festejadas, desfrutadas e seguras. Como transmitimos isto às nossas crianças? Aceitando-as sem juízos de valor Celebrando muitas vezes com elas ficando relaxados e calmos quando elas parecem agitadas. Rindo e desfrutando, permanecendo tranquilo e confortável quando elas dizem algo desagradável (“Detesto-te!”), em vez de levar isso a sério Apreciando o que elas gostam Mostrando curiosidade sobre o mundo delas. ...

5 armadilhas das férias e como evitar

1) Focar nos comportamentos das suas crianças Habitualmente focamo-nos em conseguir que a nossa criança se “comporte” durante as férias. Mas as nossas crianças fazem o que fazem por um motivo! Se ela estiver a fazer estereotipias, terá as suas razões. Permita que elas cuidem de si próprias dessa forma. Se a sua criança estiver a bater ou a gritar, tente focar-se em celebrar com ela sempre que ela for gentil.2) Surpreender a sua criança Mesmo que a sua criança não seja verbal, explicar antecipadamente o que vai acontecer e porque será divertido será um grande passo para minimizar as birras e maximizar a cooperação.3) ...

SORRIA!

Quando SORRIO, por dentro e por fora, é mais fácil para a minha criança com Autismo socializar comigo!Autism Treatment Center of America, http://www.autismtreatmentcenter.org/

O que fazemos quando alguém começa uma conversa connosco?

Para nós pode parecer algo natural, mas para as nossas crianças no espectro do autismo pode não ser fácil. Vamos, então, pôr isso por partes para ser mais fácil:   1. Faça perguntas. 2. Comente. 3. Partilhe uma história parecida.Os pontos 2 e 3 são, normalmente, aqueles onde as nossas crianças têm mais dificuldades. Observe a sua criança para ver em que pontos tem mais facilidade ou dificuldade. Se souber isto poderá aperfeiçoar a técnica que irá fazer a diferença para a sua criança. Procure o próximo “Autism Language Blog” sobre o próximo passo para ajudar as nossas crianças a terem boas conversas com os seus ...

Birras nunca mais (a sério!)

O seu filho grita, bate, belisca ou atira objetos quando as coisas não correm como ele/ela quer (ou às vezes por uma razão qualquer que não lhe passa pela cabeça)?Aqui fica o que deve fazer:A Primeira Metade: Não Compreendo BirrasPRIMEIRO ATITUDE. É absolutamente crítico que a sua missão de vida seja manter-se calmo/a, tranquilo/a e a sentir-se bem. Não estou a falar de AGIR à vontade. Estou a falar de se SENTIR bem. Se precisar de ajuda sobre este ponto, ligue-nos. Mas aqui fica uma dica inicial:Não interprete o que quer que o seu filho esteja a fazer como tendo a ver consigo. FAÇA-SE DE TONTO. Torne-se numa ...