Porque é que a sua criança anda nas pontas dos pés?

A sua criança anda muito nas pontas dos pés? Não é a única. Muitas crianças neste espectro fazem isso. (Quando tinha autismo também o costumava fazer!)
Em muitos casos, as pessoas tentam de tudo para parar com o andar nas pontas dos pés e, por vezes, é sugerida a cirurgia.
No Programa Son-Rise®, a nossa missão é sempre tentar perceber primeiro. Relativamente ao andar nas pontas dos pés existem várias teorias/ possibilidades:
1) Hipersensibilidade tátil, em que a criança acha que a pressão na parte inferior dos pés ou do calcanhar é desagradável e a tenta evitar;
2) Um sistema propriocetivo hipossensível, que enfraquece a perceção da criança quanto à posição e movimento do seu corpo, o que a criança tenta remediar contraindo os seus músculos e empurrando a almofada o pé para o chão. Nota: a pressão pode ser calmante para a criança.
3) Uma questão do sistema vestibular, que corrompe o sentido de equilíbrio e a orientação espacial da criança, que esta tenta compensar.
4) Uma questão do processo visual, que dificulta à criança a correta perceção do seu ambiente e é simplesmente uma aventura deslocar-se.
5) Sobre-desenvolvimento da levedura cândida no sistema digestivo da criança. (Algumas crianças deixaram de andar nos bicos dos pés com tratamento médico antifúngico).
6) Obstipação.
Esta publicação não pretende, naturalmente, diagnosticar ou tratar o seu filho.
Mas vamos abrir as nossas mentes e procurar compreender as nossas crianças – num mundo onde todos somos encorajados a, simplesmente, tentar eliminar comportamentos que não nos pareçam “normais”.

Raun k. Kaufman