Comportamentos Desafiantes – o que fazer?

Passo nº 1: Não se ilumine como uma árvore de Natal!

Acabei de falar com uma mãe ao telefone, que partilhou comigo um dos problemas relativos ao seu filho com o qual ela quis ajuda. O  facto de este ser agressivo com ela, batendo-lhe, dando-lhe murros e mordendo-a. Isto é parte daquilo que partilhei com ela, o qual achei que seria um bom lembrete para todos. Aproveitem:

  1. Mantenha a calma: Ficar chateado ou frustrado e furiosamente dizer ao seu filho “`Pára de fazer isso”, “Isso não se faz”, ect., na maior parte das situações, irá incentivá-los ainda mais a comportar-se da mesma forma. Dê o seu melhor para ser o menos energético possível e manter a máxima calma possível.
  2. Cuide de si: Amor e aceitação não significa que se senta e aceita enquanto o seu filho lhe bate. Parte do amor e aceitação é querer o melhor para si e para o seu filho. Tome providências- levanta-se se estiver sentado, arranje uma almofada ou uma bola grande e coloque-a entre si e o seu filho; se eles tentarem morder-lhe – ofereça-lhes algo para mastigar, etc.  Concluindo- cuide de si e ajude o seu filho a canalizar as suas energias para algo que o ajude e que também evite que seja mordido, agredido, ect.
  3. Comece o seu programa Son-Rise: cada hora, cada dia que cumpra o seu programa Son-Rise, será tempo passado a ajudar o seu filho a desenvolver as suas capacidades de interagir e socializar mais apropriadamente, que por sua vez os ajuda a lidar com a sua sobre estimulação durante o dia para o seu quotidiano e especialmente naquelas situações onde eles não obtêm aquilo que querem. Muitas famílias relataram que quando começaram a seguir o programa Son-Rise, os comportamentos agressivos dos seus filhos reduziram significativamente ou pararam de vez.

Se quiser saber mais sobre como lidar com tais comportamentos, navegue até à nossa página inicial através do link http://www.autismtreatmentcenter.org/, desça na página e assista ao seminário virtual nº 13 chamado Comportamentos agressivos (“Agressive Behaviors”).

Divirta-se a ajudar a si e ao seu filho

Com muito amor,

Willian

 

Fonte: https://goo.gl/LFH8oy

Traduzido por: Alexandra Oliveira