Pica

Pica refere-se a comer ou colocar na boca itens não comestíveis, como pedras, terra, metal e fezes.

A razão pela qual uma pessoa no espectro do autismo pode experienciar pica pode ser médica, dietética, sensorial ou comportamental, e inclui:

  • não entender que itens são comestíveis e que itens não o são
  • procurar estímulos sensoriais – a textura ou o sabor do item
  • aliviar a ansiedade ou o stress
  • aliviar a dor ou desconforto
  • exibir um sintoma de deficiência de ferro
  • continuação do comportamento bocal dos bebés
  • procurar receber atenção
  • evitar uma exigência

Pode tentar:

  • preparar uma atividade de classificação para a pessoa distinguir itens comestíveis de itens não comestíveis
  • substituir o item inadequado por uma alternativa apropriada de textura semelhante, como, por exemplo, uns palitos de cenoura crocante, um tubo de borracha, pipocas
  • visitar o médico de família ou o dentista para descartar qualquer problema médico, dor oral ou deficiências nutricionais, ou para procurar encaminhamento para um terapeuta ocupacional
  • aumentar a quantidade de atividades estruturadas no dia da pessoa
  • responder da forma mais neutra possível quando o comportamento ocorrer, não demonstrar à criança que está a dar grande importância ao comportamento para não o promover
  • reduzir as exigências impostas à pessoa.

 

Fonte: https://goo.gl/HrU5Dm

Traduzido por: Sara Pereira