A motivação é a chave para todas as interações sociais

Esta manhã eu estava na sala de jogos do Programa® Son-Rise, aqui no Autism Treatment Center of America® com o nosso doce amigo de cinco anos. Ele tinha cabelos loiros muito finos e longos e adorava abanar a cabeça e ver o seu próprio cabelo a bater-lhe no rosto. Também movimentou os dedos à frente do rosto, observando a coreografia de dedos mais perfeita e fascinante.

Percebi que ele adorava ver coisas a mexer. Esta foi uma descoberta muito importante para mim !!! Ele é um amigo muito especial e o que é importante para ele, é importante para mim! E assim foi, os dois abanamos os nossos cabelos e os nossos dedos à volta da sala enquanto eu me juntei a ele nas suas ações.

Até que ele ficou imóvel, as suas mãos ficaram quietas e os seus olhos estavam mesmo a olhar para mim … Nós os dois sorrimos, ambos sabíamos que o que estivemos a fazer juntos era extremamente importante!

Agora que tenho a atenção do meu amigo, convidei-o para o meu mundo! Agora já sei o que ele gosta de fazer, dancei em volta da sala e tentei imitar a sua coreografia com os dedos. Peguei em alguns lenços da prateleira que me poderiam ajudar a continuar com a minha coreografia de movimento, cor e diversão …  Foi muito divertido !!! Reparei que o meu amigo ainda estava lá comigo!!! Ele continuou a observar-me. Fiz uma pausa, ele olhou para mim e disse “para cima”, então continuei a mover os lenços… Hooray! Ele não estava apenas a observar agora, ele também falou e disse-me o que queria!

No Programa Son-Rise seguimos o que motiva os nossos filhos, é assim que nos conectamos, é a porta de entrada para o mundo deles.

A motivação também é a chave de todas as interações sociais…

Então, aqui estão algumas perguntas para si:

– Quer que o seu filho responda às suas perguntas?

– Quer que o seu filho olhe para si?

– Quer que o seu filho diga que o/a ama?

– Quer que o seu filho jogue um jogo consigo?

– Quer que o seu filho se envolva mais consigo?

Aqui estão alguns passos que o vão ajudar a descobrir algumas das motivações e formas de criar mais interações sociais com o seu filho com autismo:

  1. Junte-se a eles nas esteriotipias e mostre-lhe que é previsível e fácil de ser. Seja curioso e interessado sobre o seu mundo.
  2. Seja um detetive! Observe o seu filho e pergunte a si mesmo, “o que é que o meu filho gosta de fazer?”, “O que é que chama a atenção do meu filho?” Os nossos filhos estão SEMPRE a fazer alguma coisa, mesmo que lhe pareça que eles não estão a fazer nada…

** Lembre-se, os nossos filhos estão sempre a fazer algo e isso é importante para eles. E você quer descobrir o que é isso!

  1. Ao observar o seu filho vai perceber quais as coisas que o movem ou que ele mais procura, crie uma lista. Você está a criar uma lista que nós chamamos de motivações do seu filho.
  2. Quando estiver a passar tempo com o seu filho, haverão momentos em que ele poderá olhar para si, falar consigo ou aproximar-se de si, o seu filho pode-lhe dar, o que chamamos de luzes verdes.

Assim que receber a luz verde e o seu filho mostrar interesse em si, é a oportunidade de lhe oferecer uma atividade! Oferecer atividades criará um espaço para ajudar o seu filho a fazer diferentes coisas, aprender e crescer com ele. É uma oportunidade para inspirar o seu filho a crescer.

Quando recebemos uma luz verde, queremos oferecer atividades que envolvam as principais áreas de interesse e motivação dos nossos filhos (aquelas coisas que o seu filho gosta de fazer).

A motivação é a sua “isca” e “ao dar” isso ao seu filho está a criar um espaço onde os dois podem brincar juntos e onde o seu filho será capaz de se envolver consigo por mais tempo (porque isto é sobre as coisas que ele/ela ama).

Todos aprendemos mais quando estamos motivados e interessados no que estamos a fazer. Todos nós estamos mais propensos a tentar um pouco mais se estivermos a desfrutar da nossa experiência (se estamos a fazer o que gostamos). Usar a motivação do seu filho nas atividades ajudá-lo-á a crescer e a aprender mais.

Então, se quiser que o seu filho responda à sua pergunta, se quer que o seu filho olhe para si, que diga que o ama, que brinque consigo… lembre-se de que tudo começa connosco a abraçar, o mundo deles primeiro, amar o que eles amam (mesmo que seja um pedaço de papel, um personagem tolo dos desenhos animados, um pedaço de fiapo do chão), queremos amar o que quer que seja e encontrar a diversão nele!

A motivação dos nossos filhos é a porta de entrada para o mundo deles e a chave para todas as interações sociais.

Camila Titone, Professora do Son-Rise Program® & Facilitadora Infantil Senior Son-Rise Program®

Traduzido por: Eliana Joaquim

Fonte: https://goo.gl/mXo9Yv