13 results for tag: Becky Damgaard


Assunções e o Autismohttp://blog.autismtreatmentcenter.org/2011/01/assumptions-and-autism.htmlNós NÃO SABEMOS o que é que as nossas crianças do The Son-Rise Program®  estão a PENSAR ou  a SENTIR até que elas nos digam! Nós apenas sabemos o que ela FAZEM. Podemos tirar conclusões a partir das suas ações para as ajudar da melhor forma mas NUNCA podemos saber realmente o que elas SENTEM ou PENSAM a não ser que nos digam.Quando assumimos que o nosso filho está “Frustrado”, "Ansioso", "Nervoso", "Aborrecido", etc., FECHAMOS portas. Quando olhamos para as suas ações e não decidimos por nós próprios com se sentem...

Quando o seu Filho Não Consegue Aquilo que Quer! http://blog.autismtreatmentcenter.org/2011/03/your-child-not-getting-what-they-want.htmlTal como foi pedido por um Pai The Son-Rise Program®. Aqui ficam algumas coisas a fazer quando o seu filho com autismo não consegue aquilo que quer e por isso choraminga, chora ou de alguma forma mostra que está infeliz.O exemplo que este pai deu foi que quando alguém entra no playroom onde está o filho dele, se não for a Mãe, a criança fica ao pé da porta a chorar e a querer sair.Eu sei que isto acontece muitas vezes, por isso aqui ficam algumas ideias do que fazer quando isto ...

Volta-se sempre ao Joining!http://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/08/you-always-go-back-to-joining.htmlUma coisa que acontece muitas vezes quando ensino o The Son-Rise Program® aos pais é pensarem que há um tempo específico para se unirem ao ismo do filho e que depois… já está.Bem, aqui está uma notícia de última hora … no The Son-Rise Program® nós voltamos SEMPRE ao joining! Enquanto as nossas crianças tiverem ismos, nós juntamo-nos a elas.Eu acabo de passar duas horas maravilhosas no playroom com o meu amigo lindo, o David. Durante as últimas semanas ele tem estado espantosamente interativo, por vezes até ...

Diferente Não Significa Pior! http://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/11/different-does-not-mean-worse.htmlJá viu alguma vez o seu filho a fazer algo consigo que não faz com mais NINGUÉM? Talvez seja apenas na sua sessão que ele tente constantemente sair do playroom? Talvez queira que você só cante “Doidas, doidas, doidas, andam as galinhas” e com todos os outros jogam todo o tipo de jogos diferentes? O seu filho só quer falar sobre gelados consigo? Ou tem que fingir que é um bebé durante uma hora inteira? Talvez seja um voluntário e ele o mande para um canto e o mande estar quieto?Oiço muitas vezes as famílias e ...

Jogos Dentro do Orçamento! http://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/12/budget-games.htmlPediram-me recentemente ideias fáceis de brinquedos/temas e jogos a usar num playroom de um The Son-Rise Program® que não levem à falência e sejam acessíveis àqueles que não têm fácil acesso a sítios onde é fácil encontrar brinquedos e materiais divertidos (e.g. lojas de chineses, etc.). Aqui ficam 4 ideias:1) Uma caixa de cartolina /Cesto da roupa! Se o seu filho gosta de montar, finja que é uma nave espacial. Se o seu filho gosta de canções, finja que é um barco e cante “A remar o barco” ou um autocarro e cante ...

Faça Son-Rise a Si Mesmo!http://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/09/do-son-rise-on-yourself.htmlQuando trabalhamos nos nossos playrooms de The Son-Rise Program® com as nossas crianças, adoramo-las incondicionalmente e aceitamo-las por quem são e acreditamos que elas fazem o melhor que podem, não fazemos julgamentos nenhuns sobre elas, achamo-las divertidas e ficamos muito entusiasmados por estarmos com elas.Mas e nós? Quando estamos nos nossos playrooms, amamo-nos incondicionalmente? Aceitamo-nos pelo que somos, acreditando que estamos a fazer o melhor que podemos, estamos sem fazer julgamento nenhum sobre nós mesmos, achamo-nos ...

Trazer Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program®

Trazer Temas e Atividades Para o Playroom do The Son-Rise Program® http://blog.autismtreatmentcenter.org/2012/08/bringing-themes-activities-into-son.html  Uma maneira fantástica de ajudar o seu filho a aprender e a crescer é criando e apresentando temas e jogos para brincar com o seu filho no Playroom do The Son-Rise Program®.Porque é que os temas e os jogos são tão importantes? 1) Trazem entusiasmo e variedade à vida do seu filho e brincadeira para o playroom, mantendo a novidade e o interesse. 2) Ajudam a motivá-lo a si a ser mais dinâmico e a ser mais forte no seu papel de amigo ou facilitador para o seu filho. 3)...

Uma Nota Sobre Gritar/Choramingarhttp://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/11/note-about-shoutingwhining.htmlTem um filho que às vezes grita, choraminga ou berra ao dizer-lhe o que quer? Eu trabalhei com muitas crianças e adultos usando o The Son-Rise Program®, onde por vezes esta era a forma que tinham de comunicarO que fazer quando isto acontece é simplesmente explicar-lhe ou pedir-lhe que use a sua voz normal. Saiba que ele está a fazer o melhor que pode para comunicar algo naquele momento; que aprendeu que usar esse tom de voz resulta para conseguir o que quer e então de uma forma doce e amorosa, ajude-o a perceber que gritar/cho...

Estar Presente – por último mas não menos importante!http://blog.autismtreatmentcenter.org/2010/11/being-present-last-but-not-least.html Aqui ficam mais algumas ferramentas que pode usar para praticar a arte de se manter presente no seu playroom do Son-Rise Program®.1) Ame, não julgue! Se se sentir a deslizar para fora do momento presente enquanto trabalha com o seu filho, o primeiro passo de volta à presença é ser bom (compassivo) consigo mesmo. Tenha consciência de que “saiu”, permita-se dizer “não faz mal” que eu tenha saído e suavemente traga o seu foco de volta. Fazer Son-Rise é amarmo-nos a nós mesmos ...

Imagine Isto! Apresentar Brincadeiras Simbólicas no Playroom do The Son-Rise Program® http://blog.autismtreatmentcenter.org/2013/06/imagine-this-introducing-imaginative.htmlDizem que as crianças no Espectro do Autismo não têm imaginação. Talvez esta corrente de pensamento esteja ligada ao facto de algumas das nossas crianças usarem de forma repetitiva e em isolamento. Por exemplo, em vez de usarem uma colher de plástico para fingirem que comem com ela, podem sacudir a colher para a frente e para trás à frente dos olhos ou talvez alinhem colheres umas atrás das outras. Pode estar relacionado com a dificuldade que têm em ...