18 results for tag: birras


As Razões Principais dos Comportamentos Desafiantes

No Autism Treatment Center of America...TODOS os meses são meses de Consciencialização para o Autismo.SABIA QUE... 4 razões pelas quais as nossa crianças nos batem são: 1.Estão a tentar comunicar algo. 2.Querem ver a nossa reação. 3.Estão a tentar equilibrar a sobrecarga sensorial4 Estão a tentar fazer o que acham que os protege Kate C. Wilde, autora de “Autistic Logistics”

Qual é a sua reação habitual?

Quando a sua criança com ‪#‎autismo faz algo que você não entende, a sua reação habitual é responder a esse comportamento com hostilidade ou desconforto? (Se sim, não se martirize! Não faz mal. Muitos de nós fazemos isto. O importante é reconhecê-lo.)Ou... a sua primeira reação é ficar relaxado e com mente aberta, e tentar perceber o que a sua criança está a fazer (mesmo que não seja a sua coisa mais preferida do mundo)? Isto não significa que a segunda opção é a resposta “certa”. Significa que a segunda opção é o que nos permite:1)estar confortáveis em vez de estressados2) ter uma mente aberta para nos apercebermos do ...

Birras nunca mais (a sério!)

O seu filho grita, bate, belisca ou atira objetos quando as coisas não correm como ele/ela quer (ou às vezes por uma razão qualquer que não lhe passa pela cabeça)? Aqui fica o que deve fazer:A Primeira Metade: Não Compreendo Birras1)    PRIMEIRO ATITUDE. É absolutamente crítico que a sua missão de vida seja manter-se calmo/a, tranquilo/a e a sentir-se bem. Não estou a falar de AGIR à vontade. Estou a falar de se SENTIR bem. Se precisar de ajuda sobre este ponto, ligue-nos. Mas aqui fica uma dica inicial: Não interprete o que quer que o seu filho esteja a fazer como tendo a ver consigo.2)    FAÇA-SE DE TONTO. ...

Birras – uma forma de comunicação

Quando o seu filho com autismo chora, se lamenta ou faz birra, ele está a dar o seu melhor para comunicar. Quer ajudar para tentar mudar este padrão?Nós podemos ensinar-lhe novas formas de responder ao seu filho, ajudando a comunicar de modo mais eficaz, com o mundo à sua volta.Autism Treatment Center of America, http://www.autismtreatmentcenter.org/

Modele aquilo que quer, em vez de ensinar aquilo que não quer

Dica rápida: modele aquilo que quer, em vez de ensinar aquilo que não quer. Por exemplo: esta manhã, a minha filha de 3 anos de idade, Evie, queria abraçar a cadela da família e esta afastou-se rapidamente. À medida que ela se afastava, Evie tentava bater-lhe. Eu sei que a abordagem para isto seria “Não batas na cadela, isso não está correto” ou “Vai e pede desculpa à cadela!”, “Ela não fez nada para te magoar”, etc. Em vez disso, dirigi-me calmamente em direção à cadela, em frente da Evie, e disse “Eu adoro-te Riley e vou ser doce para ti e tratar-te gentilmente”. Imediatamente, Evie aproxima-se, acaricia-a gentilmente ...

Você Sabia que..?

VOCÊ SABIA… que ajudar os seus filhos a superar os seus desafios produz mais resultados a longo prazo do que ajudá-los a compensar os seus desafios?Raun K. Kaufman, autor do "Autism Breakthrough"Autism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Você Sabia que…?

VOCÊ SABIA... que as 4 principais razões para os seus filhos o atingirem são:1. Eles estão a tentar comunicar algo;2. Eles querem ver a sua reação;3. Eles tentam regular a sobrecarga sensorial;4. Eles estão a tentando fazer aquilo que vêem como protecção.Autism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Você Sabia Que…?

VOCÊ SABIA... que pensar "Eu só quero ele pare" é a primeira coisa que mantém as suas birras da sua criança? Kate C. Wilde, autora da Autistic LogisticsAutism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Quando a Criança grita, chora, bate e atira objectos, etc

Princípios Orientadores:As Crianças usam estes comportamentos porque funcionam. Se a criança estiver a gritar, é porque aprendeu que essa é a maneira de obter o que quer. Se este comportamento já não se verificar útil, deixará de o usar.Todas as crianças e adultos fazem o melhor que podem. Por variadas razões, neste momento, a criança não consegue encontrar outra maneira de o fazer. Se conseguisse, fazia-o.As nossas reacções têm um papel vital para encorajar ou diminuir estes comportamentos.Aplicar os Princípios:Não tenha reacção. Mantenha a sua expressão facial e o tom de voz inexpressivos (i.e., não franza a testa, grite, ...

Estabelecer Limites

DO WILLIAM: Parte da vida de uma criança é aprender que nem sempre se obtém o que se quer. Isto aplica-se tanto a crianças autistas como a crianças neuro-típicas. Para qualquer criança, uma parte principal da sua atenção no dia-a-dia é focada em obter o que quer exatamente quando quer (i.e. comida, bebida, o brinquedo, o computador, um passeio de carro, etc.). Portanto, temos uma criança focada em obter o que quer e nós, pais, a decidirmos o que é que eles podem ter e não ter. Este é um dos papéis que temos como pais – estabelecer limites ao que queremos que o nosso filho tenha ou não tenha.Como pais, também queremos que os nossos ...