38 results for tag: comportamento


Reações Agressivas – o que fazer?

Testemunho de um Terapeuta Son-RiseRecentemente recebemos uma família que visitou o nosso The Son-Rise Program com o seu filho maravilhoso de nove anos que tem Síndrome Elevado de Asperger.Duas das suas atividades mais repetitivas foram jogar basquete e conversar sobre o Dr. Who - um programa televisivo inglês, e todos os vilões que ele teve de derrotar, tais como os Daleks, Cybermen, etc...Passamos um bom momento com ele, divertido e interessante, e bastante pacífico enquanto ele tentava marcar cestos.Também mostrou um comportamento dinâmico e empolgante quando não recebia aquilo que queria.Para vocês pais com ...

COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS OU ENERGIA INTENSA?

Quando um pai descreve o seu filho como "agressivo", quer dizer que ele está a bater, morder, arranhar, beliscar, puxar o cabelo, cuspir na cara das pessoas, dar estalos, pontapear e, geralmente, a usar força física. Este termo também é usado se a criança estiver a morder a sua própria mão, a bater com a cabeça ou a bater na sua própria cabeça, entre outros comportamentos autoagressivos.No dicionário, "Agressivo" é definido da seguinte forma: "Caracterizado por ou tendendo para ofensivas não provocadas, ataques, invasões ou semelhantes; militantemente ou de forma ameaçadora: atos agressivos contra um país vizinho.”Assim, ...

O seu filho chora ou faz birras…sete hipóteses a tentar!

Sete hipóteses a tentar se a criança chora ou faz birras. Isto vai ajudá-lo quando o seu filho (seja qual for a idade ou o diagnóstico) chorar, fizer birras, gritar, etc. Estas “dicas” vão ajudá-lo a ajudar o seu filho a aprender a comunicar de uma maneira mais fácil e calma, sempre que quiser algo. Comunicar o que se quer de uma maneira calma e clara é uma qualidade social importante, especialmente nas relações com a família, com os amigos, na escola, no trabalho, etc  É apenas comunicação Lembre-se que quando o seu filho chora ou faz birra está, pura e simplesmente, a usar isto como uma...

Quando a ansiedade afecta o meu filho com autismo

O meu filho está no Espectro do Autismo e tem Défice de Atenção com Hiperatividade. É um rapaz doce e afável que adora fazer as pessoas felizes. Ultimamente as suas emoções estão a vencê-lo e perdeu a capacidade de auto-regular essas emoções.Há dois anos e meio arranjámos uma cadela pequena chamada Fergie. A Fergie é uma adorável Cockapoo. Arranjámo-la para o nosso filho. Queríamos que tivesse um amigo, um companheiro que estaria lá incondicionalmente. Ele gostava dela, mas durante algum tempo não se queria aproximar muito dela. Ele gosta que ela esteja lá mas ao mesmo tempo ela não pode estar lá. É semelhante aquilo que ...

Quando a criança se despe a toda a hora

Algumas mães contactam-nos pois os seus filhos estão numa fase em que se despem constantemente e que as pessoas que os acompanham sentem-se desconfortáveis com a situação e não sabem como reagir! Embora vestir-se seja sem dúvida tido em conta sempre que trabalhamos com crianças com autismo, se as vossas crianças estão em casa e vocês têm um programa para elas a correr, dependendo das idades delas (no caso especifico tem 6 anos), este aspecto não é a prioridade principal. Lembrarmo-nos de que as nossas crianças estão sempre de alguma forma a tomar conta delas próprias é crucial para as ajudarmos, portanto dê a si próprio a oportu...

Jogos repetitivos….como participar

Jogar repetidamente a um mesmo jogo ou fazer algo vezes e vezes sem conta é uma característica muito comum das pessoas com autismo . Dado que muitas das nossas crianças têm atividades repetitivas similares, gostaria de partilhar convosco algumas considerações:1)   Estas atividades/jogos podem ser um estímulo para a criança em causa, dependendo do quão “rígida/fechada” ou “recetiva” ela está.       Se a criança faz pouco ou nenhum contacto visual connosco; se apresenta um expressão facial distante; se não responde quando se tenta variar a atividade e se nos tenta manipular fisicamente com muita intensidade, então ela ...

Compreender A Diferença Entre Birras & Crises

As birras e as crises são difíceis de compreender, de prevenir e aparentemente impossíveis de lidar com elas quando surgem. As birras e as crises podem parecer semelhantes à primeira vista, especialmente quando o seu filho está a ter uma, mas na verdade são muito diferentes entre si. Isto é particularmente verdade nos casos em que as crianças têm problemas de processamento sensorial, como as que têm autismo, ou falta de autocontrolo. Saber a diferença entre uma birra e uma crise pode ajudá-lo a responder de forma solidária e com sentido.BirrasUma criança pode fazer uma birra quando tenta obter algo. Um miúdo pode fazer ...

Como estabelecer limites com o seu filho

Definir limites é uma parte essencial da parentalidade e é uma parte muito importante de ajudar nossos filhos a crescer para serem adultos saudáveis e que funcionais.Definir limites é um ato de amor !!!! " "No The Son-Rise Program®, estabelecemos limites em três áreas principais: coisas que se relacionem com a segurança e higiene da criança, a segurança e o bem-estar dos que a rodeiam e o bem-estar do ambiente que as rodeia. Estes são os passos que seguimos: Quando nossos filhos estão a fazer algo que é inseguro ou que pode prejudicar alguém (ou danificar o ambiente), pedimos calmamente e amorosamente do que necessitam. Por ...

Porque é que a sua criança anda nas pontas dos pés?

A sua criança anda muito nas pontas dos pés? Não é a única. Muitas crianças neste espectro fazem isso. (Quando tinha autismo também o costumava fazer!) Em muitos casos, as pessoas tentam de tudo para parar com o andar nas pontas dos pés e, por vezes, é sugerida a cirurgia. No Programa Son-Rise®, a nossa missão é sempre tentar perceber primeiro. Relativamente ao andar nas pontas dos pés existem várias teorias/ possibilidades:1) Hipersensibilidade tátil, em que a criança acha que a pressão na parte inferior dos pés ou do calcanhar é desagradável e a tenta evitar;2) Um sistema propriocetivo hipossensível, que enfraquece a ...

11 Pessoas com Autismo explicam qual a sensação de ter comportamentos estereotipados

Estereotipia, ou comportamentos exclusivo e repetitivo, são comportamentos que pessoas com autismo podem apresentar para neutralizar um ambiente sensorial esmagador ou aliviar os altos níveis de ansiedade interna, de acordo com o post de Temple Grandin em Autismo Digest. Alguns exemplos de Estereotipia são o balançar, o rodar sobre si mesmo, o andar o repetir palavras ou o bater de braços ou mãos.   As pessoas com autismo não são as únicas que têm comportamentos estereotipados, embora, ocasionalmente, pessoas num espetro estereotipado são mais óbvias por atrair mais atenção. Bastantes pessoas têm muita dificuldade em entender porque ...