6 results for tag: fora do playroom


5 armadilhas das férias e como evitar

1) Focar nos comportamentos das suas criançasHabitualmente focamo-nos em conseguir que a nossa criança se “comporte” durante as férias. Mas as nossas crianças fazem o que fazem por um motivo! Se ela estiver a fazer estereotipias, terá as suas razões. Permita que elas cuidem de si próprias dessa forma. Se a sua criança estiver a bater ou a gritar, tente focar-se em celebrar com ela sempre que ela for gentil.2) Surpreender a sua criançaMesmo que a sua criança não seja verbal, explicar antecipadamente o que vai acontecer e porque será divertido será um grande passo para minimizar as birras e maximizar a cooperação.3) Esperar que a sua ...

Dicas úteis – Férias de Natal com crianças especiais

Ah, as férias de Natal! Refeições especiais. Encontros familiares especiais. E, claro, nossas crianças especiais! Muitas vezes, entramos nas férias, esperando o melhor - mas não dedicamos o tempo suficiente antes para nos certificarmos que este tempo de celebração realmente será uma celebração para nós e para nossos filhos "especiais". Muitos de nós, parecem participantes inconscientes em pelo menos, uma destas situações que normalmente ocorrem durante a época festiva.A maioria fica em sobressalto quando o nosso filho especial está a ter colapsos a mais. Quando os membros da família parecem desconfortáveis ou perdidos. Ou quando ...

Lidar com as férias do Verão

Com as férias de Verão a aproximarem-se, aqui ficam algumas ideias para tornar este periodo mais controlável para si enquanto pai/mãe e mais suportáveis para a sua criança com autismo.1)  Organize-se!  Um pouco de planeamento agora poderá ajudá-lo bastante a alcançar o sucesso. Comece por perguntar aos seus actuais voluntários e familiares  se eles podem estar algum tempo extra com a sua criança. Se não puderem, talvez possam ajudar levando os seus outros filhos à praia, preparando refeições, indo à mercearia, etc. Mesmo que você tenha alguém para estar com a sua criança especial duas horas por dia, isso ...

Trabalhar com as nossas crianças fora do Playroom

Susana Lopes:Olá Becky, eu gostava de saber a tua opinião sobre o seguinte: A minha filha Carolina tem quase 13 anos e está no nível 5 do Modelo de Desenvolvimento Son-Rise (temos 3 áreas “difíceis” a alcançar: comunicação não verbal – ainda lhe é difícil compreender a linguagem corporal social; comunicação verbal - quando em interação com mais do que uma pessoa, na iniciação de conversação adequada ao contexto social; e, para ela, é um desafio envolver-se em situações da vida normais para a sua idade; prestar atenção a um horário, ir às compras ao supermercado; comportamentos sociais numa loja… Muitas coisas ainda ...

Época natalícia

Chegou o Natal! Alguns membros da nossa família poderão ver esta época natalícia numa perspectiva estritamente pessoal. Só verão o divertimento, o convívio, a troca de presentes e os habituais jogos com as pessoas de quem mais gostam. Nós, porém, vemos o stress e a carga emocional que a estação traz para os nossos filhos com autismo. Podemos antever as desilusões, o desapontamento que a nossa família possa sentir, pela falta de participação por parte das nossas crianças: uma noite passada a seguir os nossos filhos por todo o lado, não vão eles partir as decorações que a família tanto aprecia, ou comer o que não devem.Se esse for ...

Lidar com as crianças na rua

Olá a todos,Esta nota é inspirada num par de perguntas que surgiram recentemente sobre o que fazer quando está fora de casa e o seu filho foge, não fica ao pé de si e não responde quando o chama. Diz-lhe alguma coisa a si? 1) Confie no playroom. A experiência do playroom oferece um ambiente de baixo grau em distrações e alto grau de controlo para as nossas crianças. O mundo lá fora oferece às nossas crianças um ambiente que é altamente distrátil (p.e. coisas interessantes a explorar, vistas e sons diferentes, etc.) e com baixo grau de controlo e possíveis guerras de controlo (p.e. serem agarrados para os manter seguros, evitar que ...