9 results for tag: sociedade


Estigma do autismo: como é que afeta a saúde mental da comunidade com Autismo?

Os investigadores de sociologia procuram compreender a ligação entre o estigma social e a autoestima naqueles que estão no espectro do autismo.Houve uma mudança no pensamento contemporâneo em torno das pessoas com autismo e as suas respetivas variantes, incluindo a Síndrome de Asperger e o autismo de Alto funcionamento (AAF). Adultos com perturbação do espetro do autismo recebem menos de 1% do financiamento da pesquisa sobre o autismo nos Estados Unidos e no Reino Unido.Este tipo de organismo é crucial no combate ao estigma do autismo que muitos adultos e crianças com autismo continuam a enfrentar, o que inclui fatores de stress ...

Estigma social contribui para uma saúde mental precária na comunidade com Autismo

22 de outubro de 2018, Universidade de Surrey O stress ligado ao estigma social pode ser a razão pela qual as pessoas com autismo experienciam mais problemas de saúde mental do que a população em geral, dissipando teorias passadas de que a própria condição é a origem de tal sofrimento.No primeiro estudo deste tipo, publicado no Journal of Society and Mental Health, os investigadores da Universidade de Surrey e da University College London examinaram como o stress ligado ao estigma social, como a discriminação e a rejeição, afeta a saúde mental de pessoas dentro do espetro.Os investigadores que testaram a "teoria do stress das ...

10 coisas que precisa de saber sobre autismo e empregabilidade

 Planeamento e recursos para o sucessoHistoricamente, tem sido muito difícil para as pessoas com autismo encontrar um emprego regular e remunerado. Enquanto, até certo ponto, isso continua a verificar-se, os tempos vão evoluindo para melhor. Cada vez mais empresas estão a reconhecer as vantagens de contratar pessoas com deficiências. Mais animador ainda, certas empresas e indústrias estão a descobrir os pontos positivos de empregar indivíduos com autismo.Apesar destes factos encorajadores, o caminho para o sucesso continua cheio de armadilhas. A fim de conseguir um emprego, um adulto com autismo ainda tem de passar por mais ...

Lembre-se destas 3 palavras se alguém olhar para si durante uma crise

Alguma vez esteve perante um olhar ou comentário desagradável? Nem consigo dizer quantas famílias conheço que lidam com este problema.Normalmente começa assim: você e o seu filho estão a passear num lugar público como um supermercado ou estão numa fila de um banco quando, de repente, o seu filho tem uma crise. Imediatamente, um desconhecido pensa para si mesmo que o seu filho está a fazer uma “birra” ou que é uma criança “mal comportada” que precisa de se comportar.Depois, esses mesmos desconhecidos podem fazer um comentário direcionado aos pais sobre como é que permitem que o seu filho se comporte daquela maneira. ...

Porque devemos educar os outros sobre o autismo

Criança de 6 anos escreve uma carta para explicar porque devemos educar os outros sobre o autismo. Uma carta escrita pela Lex Camilleri, de seis anos, tornou-se viral graças à sua forte mensagem sobre a importância de educar as pessoas no que concerne o autismo e outras incapacidades.“Na segunda-feira, senti-me muito triste porque uma rapariga da minha turma disse que o meu irmão era estranho”, escreveu Camilleri na sua carta.“O meu irmão tem autismo e não é estranho. Gostaria que pudéssemos aprender, na escola, sobre todas as incapacidades para que todos entendam que algumas pessoas são diferentes, mas que deveríamos ...

Para o Pai ou Mãe que pesquisou no Google “Deveria deixar o meu filho brincar com uma criança com autismo?”

Primeiro, como pai de uma criança no espectro do autismo, eu só quero dizer obrigado por fazer esta pergunta! Isto pode soar estranho, especialmente para alguns dos meus colegas pais de crianças no espectro do autismo, que provavelmente leu o título e imediatamente entrou em modo de pai ultra-protetor.Pode ser fácil ouvir (ou ler) sobre alguém que faz uma pergunta como essa e então reagir com raiva, amargura, ressentimento, etc. Mas, em toda a honestidade, desejo que mais pais de crianças neuro típicas façam esse tipo de perguntas. Alguns podem ouvir a palavra autismo anexado a uma criança, e é um destruidor de interesse quando se ...

Porque é que os maneirismos sociais forçados criam crianças menos sociais

Costuma obrigar a sua criança no espectro do ‪#‎autismo a dizer “olá”, apertar a mão a alguém, fazer pose para a fotografia ou a obedecer a outras ‪#‎ConvençõesSociais semelhantes?Percebo perfeitamente de onde vem esta vontade. E, por isso, sei que pode ser difícil perceber como pode ser contraproducente.Obrigar as nossas crianças a obedecer a estes maneirismos sociais é o oposto a ter uma criança sociável. Porquê?Eis três razões: 1) Quebra a confiança e a ligação ao obrigar a criança a fazer algo contra a sua vontade. 2) Dá origem a uma luta pelo controlo, o que faz com que as suas crianças se fechem e ...

Compreender que as pessoas com autismo nos compreendem

Diálogo escrito entre mãe e filha:"- Ter autismo faz de mim uma pessoa má? - Porque é que perguntas isso? - Os adultos estão sempre a dizer que é difícil ser mãe ou pai se o filho tiver autismo e dizem na televisão que se tens autismo magoas as pessoas; e que as crianças que têm autismo têm que ser metidas numa prisão ou amarradas para garantir a segurança dos outros. - Achas que isso é verdade ou que eu diria uma coisa dessas? - NÃO! - O que é que tu achas? - Eu não quero magoar ninguém. Eu não gosto de estar assustada. Eu ficaria assustada numa prisão. Eu nasci com autismo mas isso não quer dizer que eu nasci sendo ...

Suposições e o Autismo

Nós NÃO SABEMOS o que é que as nossas crianças do The Son-Rise Program® estão a PENSAR ou a SENTIR até que elas nos digam! Nós apenas sabemos o que ela FAZEM. Podemos tirar conclusões a partir das suas acções para as ajudar da melhor forma mas NUNCA podemos saber realmente o que elas SENTEM ou PENSAM a não ser que nos digam. Quando assumimos que o nosso filho está “Frustrado”, "Ansioso", "Nervoso", "Aborrecido", etc., FECHAMOS portas. Quando olhamos para as suas acções e não decidimos por nós próprios com se sentem, ABRIMOS portas de OPORTUNIDADE!Em vez de assumir com se sente o seu filho, olhe para o que ele está a fazer. ...