Como construir interação com a minha criança?

O maior erro que cometemos quando estamos a trabalhar com as nossas crianças, é iniciar a interação quando eles ainda não estão prontos. Quando uma criança está em comportamento repetitivo, não está a olhar para nós, nem a procurar qualquer tipo de interação, está-nos a comunicar que naquele momento não está pronta para isso. De facto, é fundamental termos em atenção os tempos de disponibilidade da nossa criança. 

Quando as nossas crianças estão prontas para a interação ou estão pelo menos abertas a isso dão sinais, as chamadas janelas de oportunidade – que pode ser um olhar, comunicar connosco de alguma forma, vir para ao pé de nós e procurar maior proximidade como encostar a cabeça no nosso ombro ou vir sentar-se no nosso colo. E são estes pequenos sinais que nos informam que a criança está interessada em nós e em querer estar connosco, mas muito provavelmente não saberá como iniciar a interação. 

Quando estes sinais aparecem é muito importante a forma como reagimos e como respondemos a eles. No autismo importa muito sermos bastante responsivos quando temos uma janela de oportunidade pois queremos motivar a nossa criança a procurar cada vez mais por esse tipo de interação. 

A primeira coisa que sugerimos que faça quando a sua criança lhe oferece uma janela de oportunidade é antes de mais nada – Celebrar! Todos nós gostamos de celebrações e as mesmas dão-nos indicações do que é suposto fazermos. Ao celebrar a sua criança pelo olhar, pela pergunta/pedido que lhe fez, irá dar-lhe sinais do que é importante ela fazer e motivá-la consequentemente a repetir essas mesmas competências. 

Quando a sua criança olhar para si, se aproximar de si e/ou falar consigo, expresse-lhe como adora que o faça. Celebre descritivamente o que ele fez de bem que tanto gostou e explique-lhe como é bom quando o faz. Se após esta celebrações, a sua criança continuar com a atenção em si, é hora de entrar em ação! Ofereça algo! Muitas vezes quando estas situações acontecem, como não sabemos muito bem o que fazer, temos tendência a fazer perguntas. O problema de iniciar a interação com a criança a fazer perguntas é que estamos de imediato a fazer uma solicitação, ora que a ideia inicial, é que queremos oferecer algo para motivar a criança a permanecer connosco na interação. 

Em vez de fazer uma pergunta – o que muitas vezes acaba com a interação – ofereça algo à sua criança, algo que lhe mostre como a interação pode ser divertida e super interessante para ela! Faça algo de divertido e convincente para a sua criança, algo que saiba que ela vai adorar!

Os interesses das crianças variam muito mas geralmente ações como danças tontas, cambalhotas, cócegas, expressões faciais corporais e faciais mais exageradas, etc … Costumam ser muito bem sucedidas. Observe o que cativa a atenção da sua criança e nesse momento tente-lhe oferecer algo que esteja dentro do seu foco de interesse. Se a sua criança gosta de música pode tocar um instrumento. Se a sua criança gosta de desenhar, pode começar a desenhar uma cara engraçada ou algo que a faça rir. Se a sua criança gosta de estímulo visual pode colocar uns óculos e uma peruca. Pode levantar-se e dar saltos no trampolim e convidá-la a vir saltar consigo. Pode pegar em bolinhas de sabão e começar a fazer bolinhas para ela. Ou pegar numa bola e começar a atirá-la ao ar…. Perceba o que resulta com a sua criança e ponha-se em ação! Não importa tanto o que seja, o que importa é comece a fazer algo que o torne bastante interessante para a sua criança. Algo que a possa convidar a ficar um pouco mais consigo na interação, a olhar para si, falar consigo…

Antes de apresentar qualquer jogo/atividade à sua criança, tenha em atenção o seu estado de disponibilidade. Espere que a sua criança esteja conectada consigo para poder entrar em ação. A ideia é começar com coisas simples e numa fase inicial, tentar resistir à tentação de solicitar. Queremos motivar a criança a permanecer na interação connosco e queremos mostrar-lhe como esta pode ser divertida e boa para ela. Aguarde as janelas de oportunidade e quando elas aparecerem, agarre-as com força e muita animação!