142 results for author: Edgar Ribeiro


Comunicação não-verbal: importância e como desenvolvê-la?

Primeiramente, antes de percebermos a importância que tem a comunicação não-verbal nas nossas crianças, vamos perceber se sabemos exatamente o que é a comunicação não-verbal. A comunicação não-verbal é a comunicação que realizamos com o nosso corpo. É quando comunicamos sem usar a palavra falada. São todos os gestos, expressões, tons de voz, sons, comportamentos, posturas e contactos visuais. Este tipo de comunicação transmite mensagens à pessoa que os recebe e que realizará uma leitura do outro através dessas comunicações não-verbais. Muitas vezes, apenas ao olhar, apontar, realizar um som ou expressão, a outra pessoa irá ...

Atitude: o primeiro passo para a mudança.

Por vezes, mesmo querendo dando o nosso melhor e o nosso maior esforço, não conseguimos ter a atitude mais correta com a nossa criança. Sentimo-nos frustrados, cansados, chateados connosco próprios por não conseguir... Afinal, como é que consigo mudar?  Antes de querer mudar a sua atitude, observe-se e observe as suas crenças. Está a acreditar no seu potencial? Está a acreditar no potencial da sua criança? Que afirmações costuma dizer a si próprio? E à sua criança? Após refletir sobre as perguntas acima mencionadas, vamos ajudá-lo a mudar as suas crenças e as suas afirmações diárias para, depois, mudar a sua atitude. Um ...

FAQ’S Workshop Autism Rocks! online

Qual a duração do workshop? O workshop online tem a duração de 6 horas e será realizado em módulos de 2 horas durante 3 dias. O workshop é gratuito? Sim, o workshop Autism Rocks! é gratuito, porque está integrado no projeto Autism Rocks! que a Vencer Autismo está a desenvolver nos municípios da Área Metropolitana do Porto. Trata-se de um projeto financiado com o apoio da Portugal Inovação Social que termina em julho de 2020.  Devido aos desafios causados pela pandemia de COVID-19, tivemos a possibilidade de alargar a participação a toda a população.  Vou receber certificado de participação? Sim, a ...

Motricidade Fina & Grossa : Como desenvolver? 

Antes de abordarmos como podemos desenvolver a motricidade fina nas nossas crianças, é importante percebermos o que é a motricidade fina, qual a sua diferença com a motricidade grossa e perceber como podemos trabalhar estas duas motricidades. A motricidade fina são os movimentos que a criança tem ao utilizar os seus braços, mãos e dedos com maior precisão. Exige uma maior coordenação e destreza na atividade. A motricidade grossa é o controlo que a criança tem com o seu corpo, seja a postura, o equilíbrio estático e dinâmico, os deslocamentos e balanços. MOTRICIDADE FINA → Movimentos com precisão MOTRICIDADE GROSSA → Controlo ...

Quer que a sua criança fale mais? Veja a importância de dar espaço!

Diariamente, às vezes sem notarmos, abordamos as nossas crianças com perguntas e mais perguntas, cheios de entusiasmo de querermos tanto que elas nos respondam e que elas falem, comuniquem e interajam connosco. A verdade, é que a intenção é boa mas isso pode ser em demasia. Mas calma… Vamos tentar perceber o porquê e encontrar as melhores formas de incentivarmos as nossas crianças a comunicarem connosco de forma verbal.  1 - Ouça mais Sim, ouvir mais. Nós entendemos perfeitamente a sua vontade de falar e de que a sua criança fale. Mas acredite, quanto mais fala, menos espaço estará a dar a ela para falar. Dê espaço a ela para ...

Uma carta do seu Amigo Autista

Queridos Amigos,  Vocês provavelmente não percebem porque é que eu vos digo que sou autista. Vocês provavelmente não entendem porque é que eu vos digo que tenho problemas em compreender as pessoas ou certas coisas.  É o seguinte: Eu faço isso porque a “compreensão” é o que me cria problemas. Eu perco amigos por causa disso, por ter problemas na comunicação e em entender as coisas no geral. Eu digo às pessoas para eles perceberem que eu não faço certas coisas de propósito. É apenas uma parte daquilo que eu sou e eu tenho de contornar isso, mas é difícil de o fazer. Eu faço o meu melhor, mas às vezes o meu melhor não é ...

Birras: O que devemos fazer?

As birras aparecem por diversas razões e vamos mostrar o que é que as nossas crianças nos querem transmitir e qual é a melhor forma de reagir. As dicas que iremos apresentar podem ajudar qualquer criança, seja qual for a sua idade ou diagnóstico. O objetivo das próximas sugestões são para que a criança consiga comunicar de forma mais calma e descontraída e perceber que com gritos, choros e birras não é a melhor forma de comunicar e expressar o que sente. Mas afinal, o que as birras transmitem? Comunicação Quando a criança chora, grita, bate com pés, destrói algo… está simplesmente a tentar comunicar connosco. É apenas a ...

Dicas para desenvolver a comunicação verbal da sua criança

Algumas crianças com autismo podem desenvolver a linguagem muito mais tarde do que crianças com desenvolvimento normal, o que significa que mesmo que a sua criança ainda não comunique verbalmente, não significa que nunca o irá fazer, apenas poderá demorar mais do que o que é considerado a média. O primeiro passo é acreditar que a sua criança é capaz de aprender a comunicar-se verbalmente, mesmo que até ao momento ainda não o tenha feito. Ao trabalharmos com as nossas crianças, a nossa atitude e crenças têm uma papel fundamental ao longo de todo o processo. Se trabalharmos com elas tendo por base a crença de que são capazes, o ...

Comportamentos auto-agressivos: O que fazer?

Muitas vezes no espetro do autismo, podemos assistir a vários comportamento de auto-agressão nas nossas crianças, tais como: bater com a cabeça na parede/chão, até fazer hematoma; ver a criança a morder a mão com tanta força que fica a marca dos dentes; a criança a auto agredir-se a si própria com estaladas ou até mesmo murros na sua própria cabeça, barriga ou outra parte do corpo... É um momento que pode ser muito difícil de gerir, principalmente para pais e cuidadores, pois ver a sua própria criança a auto agredir-se pode ser bastante angustiante e o medo invade muito facilmente sendo o nosso foco tentar arranjar estratégias para ...

Esteriotipias: O que são, qual a sua função e como lidar com elas?

O que são as estereotipias, os chamados comportamentos repetitivos? (...) é como desligar o rádio quando pensas que cheira a alguma coisa a queimar. É uma maneira de desligar os outros sentidos para teres a certeza de que nada está a queimar. Lamar Hardwick A estereotipia é qualquer comportamento motor, verbal ou emocional que acontece de maneira repetitiva e sem motivo aparente para quem observa. Existem diversos exemplos que serão mais comuns nas crianças e jovens com PEA (Perturbações do Espetro do Autismo), tais como: Balançar as mãos Girar em torno de si mesmo Um interesse excessivo em observar objetos que giram ...