28 results for tag: comportamentos_desafiantes


Qual é a sua reação habitual?

Quando a sua criança com ‪#‎autismo faz algo que você não entende, a sua reação habitual é responder a esse comportamento com hostilidade ou desconforto? (Se sim, não se martirize! Não faz mal. Muitos de nós fazemos isto. O importante é reconhecê-lo.)Ou... a sua primeira reação é ficar relaxado e com mente aberta, e tentar perceber o que a sua criança está a fazer (mesmo que não seja a sua coisa mais preferida do mundo)? Isto não significa que a segunda opção é a resposta “certa”. Significa que a segunda opção é o que nos permite:1)estar confortáveis em vez de estressados2) ter uma mente aberta para nos apercebermos do ...

Modele aquilo que quer, em vez de ensinar aquilo que não quer

Dica rápida: Modele aquilo que quer, em vez de ensinar aquilo que não quer. Por exemplo: esta manhã, a minha filha de 3 anos de idade, Evie, queria abraçar a cadela da família e esta afastou-se rapidamente. À medida que ela se afastava, Evie tentava bater-lhe. Eu sei que a abordagem para isto seria “Não batas na cadela, isso não está correto” ou “Vai e pede desculpa à cadela!”, “Ela não fez nada para te magoar”, etc. Em vez disso, dirigi-me calmamente em direção à cadela, em frente da Evie, e disse “Eu adoro-te Riley e vou ser doce para ti e tratar-te gentilmente”. Imediatamente, Evie aproxima-se, acaricia-a ...

Quando a Criança grita, chora, bate e atira objectos, etc

As Crianças usam estes comportamentos porque funcionam. Se a criança estiver a gritar, é porque aprendeu que essa é a maneira de obter o que quer. Se este comportamento já não se verificar útil, deixará de o usar.    Todas as crianças e adultos fazem o melhor que podem. Por variadas razões, neste momento, a criança não consegue encontrar outra maneira de o fazer. Se conseguisse, fazia-o.  As nossas reacções têm um papel vital para encorajar ou diminuir estes comportamentos. Aplicar os Princípios: Não tenha reacção. Mantenha a sua expressão facial e o tom de voz inexpressivos (i.e., não franza a ...

Estabelecer Limites

Parte da vida de uma criança é aprender que nem sempre se obtém o que se quer. Isto aplica-se tanto a crianças autistas como a crianças neuro-típicas. Para qualquer criança, uma parte principal da sua atenção no dia-a-dia é focada em obter o que quer exatamente quando quer (i.e. comida, bebida, o brinquedo, o computador, um passeio de carro, etc.). Portanto, temos uma criança focada em obter o que quer e nós, pais, a decidirmos o que é que eles podem ter e não ter. Este é um dos papéis que temos como pais – estabelecer limites ao que queremos que o nosso filho tenha ou não tenha.  Como pais, também queremos que os ...

Estratégia para usar quando a criança tem crises de choro – The Son-Rise Program ®

Olá a todos!Quando vemos a nossa criança chorar, o que sentimos? O que nos passa pela cabeça? Talvez para alguns, a resposta a esta pergunta seja; quando a vejo chorar sinto um certo desconforto. Muitos sentirão tristeza e culpa pois podem achar que tem algo a ver com o facto de ela estar a chorar. Outros acharão que são responsáveis pelo facto da criança estar infeliz. Alguns podem até pensar que chorar poderá fazer mal à criança, por isso fazemos tudo o que está ao ...

Provocar

As crianças estão constantemente a mexer-se e a interagir com o seu mundo. Tudo para elas é novo e é seu papel serem curiosas, explorarem e aprenderem. Nada está fora de limites. Se o seu filho ainda é pequeno, então ainda não aprendeu (do mundo que o rodeia) a ter consciência dos seus próprios actos e a restringir o seu comportamento. Com esta curiosidade maravilhosa vem o desejo dos nossos filhos de nos ‘provocarem’.‘Provocar-nos’ é a forma de os nossos filhos explorarem as nossas reacções aos seus comportamentos. O que faremos se eles atirarem água para o chão, ou se dançarem em frente à televisão enquanto vemos o nosso ...

Comportamentos Agressivos

VOCÊ SABIA... que a maioria dos acessos de raiva por pessoas com autismo são, na verdade, uma tentativa de comunicar?Autism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Birras ou quando a criança diz não

Pergunta de um pai. Tem sido uma semana difícil para o meu filho. Ele está a agredir-se muito e também se arranha até rasgar a pele quando se sente frustrado; grita imenso... alguma sugestão sobre o que podemos fazer para ajudá-lo?? Adorava dar-lhe algumas ferramentas para ajudar o seu filho, mas primeiro quero destacar que nós só sabemos o que ele está a fazer, e não necessariamente o que ele está a sentir (a menos que ele vos disser "Estou frustrado").  Quando assumimos que ele está frustrado, vamos estar mais focados em melhorar os seus sentimentos e a tentar mantê-lo feliz,...