27 results for tag: comunicaçao_verbal


Dicas de linguagem

É uma das poucas pessoas que consegue entender o que a sua criança está a dizer? Quando a sua criança está a comunicar verbalmente com alguém mais próximo, a resposta que têm normalmente é “O quê?”? Se é este o caso, então, sugerimos que trabalhe a clareza de discurso com a sua criança, antes de a ajudar a dizer mais palavras ou frases mais longas. O primeiro passo para a ajudar com isso é observar como a criança forma as palavras e as frases. Eis três principais fatores a verificar: A boca: abrem demasiado a boca quando falam e raramente juntam os lábios? Ou ficam com a boca demasiado fechada, mal a abrindo para falar? Ambas ...

Quer aumentar a capacidade do seu filho usar mais linguagem?… Ouça mais!

Independentemente do nível de linguagem do seu filho neste momento, esta técnica é PODEROSA, qualquer um a pode aplicar e é tão EFICAZ! Se o seu filho ainda não é verbal ... acredite no PODER DE ESCUTAR, irá ouvir mais do pensa que consegue. Se ele fizer um som do tipo conversação, pare de falar e ouça animadamente. Se ele está a dizer uma palavra, PARE e escute, garanta que ouve tudo, não precisa de repetir o que ele diz, permita que o escutar aconteça. Se ele está a dizer uma frase ou a fazer uma afirmação, mesmo que já a tenha ouvido antes, imagine que é a primeira vez que a ouve. Se ele fala incessantemente sobre o mesmo ...

O que fazemos quando alguém começa uma conversa connosco?

Para nós pode parecer algo natural, mas para as nossas crianças no espectro do autismo pode não ser fácil. Vamos, então, pôr isso por partes para ser mais fácil:   1. Faça perguntas. 2. Comente. 3. Partilhe uma história parecida. Os pontos 2 e 3 são, normalmente, aqueles onde as nossas crianças têm mais dificuldades. Observe a sua criança para ver em que pontos tem mais facilidade ou dificuldade. Se souber isto poderá aperfeiçoar a técnica que irá fazer a diferença para a sua criança. Procure o próximo “Autism Language Blog” sobre o próximo passo para ajudar as nossas crianças a terem boas conversas com os seus ...

Dar espaço à sua criança para falar é essencial para a ajudar na sua linguagem expressiva

 Como podemos fazer isto? 1. Ouvir mais e falar menos – Não tenha medo de momentos silenciosos. Nestes momentos de silêncio estamos a dar tempo e espaço às nossas crianças para falar se quiserem. Nestes momentos de silêncio estamos mais propensos a escutar o que as nossas crianças dizem, pois estamos a ouvir em vez de falar. Quando aprendi a aceitar o silêncio e apreciar os momentos tranquilos, percebi o quanto mais as crianças com que trabalhava falavam comigo. Foi como se tivesse tido uma ideia brilhante, percebi que o silêncio é um terreno fértil em oportunidades para as nossas crianças conversarem. Percebi que sempre que ...

Quer o seu filho fale mais?

Se você quer que o seu filho fale mais, a primeira coisa a fazer é dar ao seu filho mais espaço para falar. Isto implica: 1) Você falar menos. (Acredite em mim, eu entendo totalmente o desejo de falar, mas quanto mais você fala, menos espaço há para o seu filho falar.) 2) Você se sentir confortável com o silêncio. 3) Você focar-se no OUVIR. Então, vamos dar ao nosso filho algum espaço grande e agradável para falar! Vamos ouvir mais! Você pode estar chocado com o quanto mais comunicação verbal você recebe do seu filho apenas por fazer uma coisa! Raun K. Kaufman

Entrada crucial da Avó que ajuda o neto a falar

À uma hora atrás, eu postei sobre a importância de haver apenas um idioma com o seu filho, ainda não-totalmente-verbal, no espectro do autismo. Em resposta, recebi este maravilhoso comentário de uma mãe chamada Amor (nome incrível!) a explicar como a sua mãe a ajudou a transformar a vida do seu filho com esta abordagem "uma língua". (Nós concluimos um Programa Son-Rise Start-Up e, claro, havia alguns avós muito inteligentes, bonitos, e de apoio na plateia!) Aqui está o comentário de Amor:   "O meu filho já tinha dois anos e ele ainda não falava, e foi a minha mãe, que estava de visita, que me disse para falar com ele em ...

Inspire a sua criança a usar mais comunicação

Atos não verbais, juntamente com o contato visual, são uma parte importante da comunicação como um todo. No The Son-Rise Program® temos um foco primário de convidar os nossos filhos a tornar-se mais sociais quando eles já demonstram um interesse em nós.   Muitas vezes, a comunicação não-verbal pode ser um importante trampolim para a comunicação verbal. Há muitas maneiras para introduzir atos não verbais no dia-a-dia com o seu filho e aqui estão algumas ideias para começar. Quando a sua criança está a olhar para um dos seus brinquedos favoritos, agarrá-lo rapidamente para eles, enquanto balançam a cabeça (para o ...

Amar o não!

Quando uma criança com autismo lhe diz que não, relembre-se de o celebrar como a fala dele. A sua criança está a fazer aquilo que sempre esperou dela. A comunicar!Autism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Respeitar o “não”

VOCÊ SABIA... que quanto mais nós respeitamos os "Não" dos nossos filhos, o mais provável é eles quererem passar mais tempo connosco e fazer as coisas que estamos a pedir? Kate C. Wilde, autor de Autistic LogisticsAutism Treatment Center of America | http://www.autismtreatmentcenter.org/

Construir interacção

As nossas crianças no espectro do autismo dão-nos sinais de estarem prontas a interagir connosco – aqui no The Autism Treatment Center of America chamamos-lhes  "Luzes Verdes de Interacção." Elas acontecem quando a nossa criança olha para os seus olhos, ou fala consigo ou toca-lhe de algum modo, por exemplo encostando-se ao seu ombro ou sentando-se ao seu colo. Estes sinais mostram-nos que agora elas estão interessadas em nós e não nas suas brincadeiras isoladas. O que é que faz uma vez que veja estas luzes verdes? Antes de tudo dê os parabéns à criança (celebre/festeje) pela interacção que ele já está ...